• (41) 3671-8800
  • Seg. à Sex. 8h00 às 12h e 13h30 às 17h30

Quatro Barras ultrapassa as 10 mil doses aplicadas de vacinas contra a Covid-19 e esclarece sobre uso da xepa

 

Publicado em: 08/07/2021 17:33 | Fonte/Agência: Secretaria de Comunicação

Whatsapp

 

Quatro Barras alcançou a marca de mais de 10 mil doses de vacinas aplicadas contra a Covid-19, segundo dados atualizados pela Secretaria de Saúde. O número de pessoas completamente imunes, ou seja, que já receberam a 2ª dose, está perto das 2 mil pessoas, porém com forte tendência de alta também, já que o período de intervalo entre a primeira e segunda dose vence em julho para vários grupos. 

Fazendo uma comparação com o número de habitantes, segundo o último senso realizado em 2010, pelo IBGE, mais da metade dos moradores da cidade receberam a vacinação. 

A adesão da população à vacina é a principal responsável pela queda dos números de casos confirmados e internações, como mostram os dados mais recentes e, juntamente com a adoção de hábitos como o uso de máscaras e a higienização das mãos, o combate à pandemia ganha cada vez mais força. 

O envio mais frequente dos frascos de imunizantes, feito pelo Governo do Estado à cidade, vem mobilizando cada vez mais as equipes de Saúde que intensificam a atuação não somente nos dias de vacinação das faixas etárias, mas também na organização das ações e do calendário adequado, garantindo a ampla imunização da população.

Já na próxima semana, Quatro Barras vive a expectativa de vacinar pessoas com 40 anos ou mais, mediante a chegada da nova remessa de vacinas, para daí então anunciar o calendário de imunização dos cidadãos que nasceram entre os anos de 1982 e 1991.  

XEPA
Encontradas em raros casos ao longo da vacinação dos grupos com comorbidades, as “sobras” nos frascos de vacinas multidoses - que possuem validade de horas após a sua abertura - chamadas de xepa, eram aplicadas em pessoas dos grupos preferenciais ou subsequentes de comorbidades, já que com a retirada de vouchers nas Unidades Básicas de Saúde havia um pré-cadastro da população contemplada.  

Esta metodologia muda a partir de agora, quando as xepas terão um novo destino. As "sobras" de frasco de vacina multidose, com validade de horas após a abertura, serão disponibilizadas para cidadãos com idade superior a 18 anos, moradores de Quatro Barras, que estejam com a documentação exigida em mãos e que estejam no local após a finalização da ação de vacinação do dia, caso ainda não tenham sido vacinados anteriormente. A Secretaria de Saúde informa, no entanto, que não haverá abertura de frascos para atender este público, ou seja, serão utilizadas apenas doses de frascos já abertos. 

A enfermeira do Setor de Epidemiologia da Prefeitura, Fernanda Gruchouskei, informou que mesmo anteriormente, quando a população contemplada já possuía um cadastro nas unidades em virtude da retirada de vouchers, e utilização de vacinas que após abertas tinham validade de 48 horas, poucas vezes houve a situação de ter doses excedentes. "Agora, em virtude da utilização de diferentes fabricantes, que possuem validade curta após abertura do frasco e população não previamente cadastrada, com dados atualizados nas UBS, a estratégia é que, caso venha a sobrar doses nos frascos, ou seja, termos a xepa, a dose será oferecida ao cidadão que esteja no local de vacinação, respeitando a hierarquia de idade decrescente”, disse ela. 

SERVIÇOS 
Desde o início da gestão, uma série de ações de combate ao coronavírus foram adotadas pela Prefeitura de Quatro Barras, através da Secretaria de Saúde, com suporte de outras secretarias e departamentos municipais, e apoio do prefeito Loreno Tolardo.  

Já nos primeiros sábados de 2021, foi implantada uma rotina de testagens em massa da população com testes RT-PCR e também testes rápidos, com resultados em até 30 minutos, aumentando significativamente as emissões de cartas de recomendação de isolamento domiciliar e o atendimento médico instantâneo.

Ainda no primeiro semestre, locais públicos receberam ações de desinfecção através da aplicação de produtos específicos em ambientes de grande circulação de pessoas; foram criadas campanhas para distribuição de máscaras à população; e adotadas campanhas sistemáticas de conscientização via canais oficiais da Prefeitura na internet, além de disponibilizar materiais impressos nos prédios públicos. 

Atenta à onda de contágio da Covid-19 e da saturação máxima de hospitais de Curitiba e Região Metropolitana, a Prefeitura de Quatro Barras iniciou, no início do mês de junho, uma força tarefa para adequar a Central Médica de Atendimento à Covid-19 no espaço onde funcionava um hospital maternidade, no antigo Caritas. O local oferece estrutura propícia para o atendimento na área de Saúde, dispondo de tubulações para oxigênio, amplas salas para instalação de leitos, além de mais privacidade e organização no atendimento oferecido aos pacientes de Quatro Barras.