• (41) 3671-8800
  • Seg. à Sex. 8h00 às 12h e 13h30 às 17h30

Tolardo participa do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19

 

Publicado em: 19/01/2021 11:44 | Fonte/Agência: Departamento de Comunicação

Whatsapp

 

Tolardo participa do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19

Por videoconferência, prefeitos avaliam panorama da doença, buscando medidas conjuntas de combate e prevenção

O prefeito de Quatro Barras, Loreno Tolardo, participou ontem do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19, que reúne prefeitos das 29 cidades que compõem a Região Metropolitana de Curitiba, incluindo a capital. Essa é a primeira edição do fórum de 2021, que acontece em meio a um momento mais que aguardado: a chegada da vacina contra o Sars-CoV-2, prevista para hoje à tarde.
    
Mesmo com a iminência da distribuição do imunizante, os prefeitos discutiram sobre a necessidade ainda urgente de governos e população manterem todas as cautelas sanitárias. Às pessoas, a indicação é para continuarem a higienizar as mãos frequentemente, usar máscaras, álcool em gel e evitar aglomerações.
    
O levantamento atualizado das estatísticas da pandemia, divulgado durante o fórum, mostra a necessidade de cautela. Depois de uma alta preocupante no mês de dezembro, quando a evolução da ocupação de leitos UTI exclusivos para Covid chegou à marca dos 92%, a primeira semana de janeiro também registrou alta nos índices de internação, reflexo das festas de fim de ano.
    
A segunda semana epidemiológica, que encerrou no último dia 16, apresentou um decréscimo de 46,83% na média móvel de casos em comparação à semana anterior, mas os órgãos de Saúde afirmam que não é momento de baixar a guarda. Mesmo com a chegada da vacina, a imunização será escalonada e gradativa, o que requer cuidados permanentes por parte da população.
    
O prefeito Tolardo avaliou o momento como promissor, pela iminência da chegada do imunizante, mas pediu à todos os moradores a continuidade das ações preventivas. "Estamos vivendo um momento chave de início da vacinação, mas também um momento em que a prevenção continua a ser o foco das nossas atenções, até porque a imunização será gradual, por grupos. É preciso entender que o momento é de otimismo, mas que a doença continua a circular, e que nossas ações no dia a dia serão decisivas até que a vacina chegue a todos", afirmou.
    
No fórum, organizado pela Assomec, em parceria com a Comesp e Cresems Metropolitano, 2ª Regional de Saúde e SESA-PR, prefeitos e Governo do Estado já iniciaram as tratativas para a logística de retirada de insumos para vacinação e entrega do imunizante.   
 


Imagens