• (41) 3671-8800
  • Seg. à Sex. 8h00 às 12h e 13h30 às 17h30

Causa animal é tema da 2ª Conferência Municipal de Meio Ambiente

 

Publicado em: 22/02/2018 12:02

Whatsapp

 

A causa animal foi o principal tema da 2ª Conferência Municipal de Meio Ambiente, realizada nesta terça-feira (20) em Quatro Barras. Com uma programação voltada a debater o manejo populacional de cães e gatos, abandono de animais, maus tratos e também medidas de proteção à comunidade afetada por mordeduras, o evento trouxe um amplo espaço de discussão para traçar novas políticas públicas.
Na abertura do evento, o prefeito Angelo Andreatta (Lara), enfatizou a importância da participação popular na discussão e disse que as soluções fazem parte de um processo conjunto entre sociedade e poder público. "Estou aberto aos investimentos necessários, à implantação de novas propostas, mas só conseguiremos resultados efetivos com o envolvimento da população e a conscientização do papel de cada um", afirmou.
A docente do Departamento de Medicina Veterinária da UFPR, doutora Rita de Cássia Maria Garcia, falou sobre a experiência vivenciada há anos com os desafios do controle populacional de animais nas ruas. Na palestra "Bem estar humano e animal: construindo comunidades saudáveis", Rita disse que o enfrentamento deve ser coletivo na busca pela melhoria da qualidade de vida para todos, seres humanos e animais.
Ela também pontuou algumas medidas iniciais de controle, como a estimativa populacional de cães e gatos, os bairros prioritários e as linhas de ação que vão nortear a implantação de projetos pilotos, focados na realidade de cada local. Em contraponto aos temas de abandono e maus tratos, funcionários da Copel também alertaram para outras questões: o ataque recorrente de animais durante as leituras e a dificuldade de acesso dos profissionais. Diferentes questões que, segundo o secretário de Meio Ambiente, Ezequiel Mocelin, devem ser planejadas em conjunto.
"Hoje é o momento de ouvir os anseios da comunidade, de estabelecer novas diretrizes e formular políticas públicas com base nelas", afirmou Ezequiel. No período da tarde, foram realizadas discussões dos eixos temáticos, aprovação de propostas e a eleição dos representantes do Conselho Municipal de Meio Ambiente.