• (41) 3671-8800
  • Seg. à Sex. 8h00 às 12h e 13h30 às 17h30

Programa “Escola 1000” contempla três colégios do município

 

Publicado em: 24/05/2017 10:14

Whatsapp

 

O programa do governo estadual denominado, Escola 1000, trouxe para Quatro Barras, R$ 200,000.00 reais para os colégios estaduais, André Andreatta e Elias Abrahão. Cada escola receberá R$ 100,000.00 reais para fazer melhorias. O Colégio Estadual, Arlinda Ferreira Creplive, também receberá o recurso numa etapa mais adiante.

O prefeito, Angelo Andreatta (Lara),  fez questão de participar da solenidade da assinatura do contrato que disponibilizou os recursos para os colégios estaduais do município.  Segundo o prefeito, a educação, deve ser prioridade absoluta de qualquer governo. O prefeito lembrou que ele próprio foi aluno do colégio, André Andreatta. Ele disse aos alunos que tinha orgulho de ter começado a sua caminhada acadêmica na escola pública. “Podem usar o meu caso como exemplo. Eu comecei aqui e hoje ocupo o cargo máximo do nosso município. Tenho certeza que vocês (alunos) podem alçar voos ainda mais altos do que meu. Aproveitem ao máximo a oportunidade que vocês tem aqui”, disse o prefeito.

Os diretores, Sandro Eleno Andreatta (Leno), representando o Colégio Estadual, André Andreatta, e, Zenaide Delgado Gussão, diretora do Colégio Estadual, Elias Abrahão, assinaram na terça (23) o contrato de início das obras que serão realizadas nas escolas. A licitação foi feita pelo governo do estado mediante as demandas apresentadas pelas escolas. O papel da escola é fiscalizar a obra e efetuar o pagamento mediante o cronograma de entrega. Também cabe aos diretores a prestação de contas do recurso aplicado.

O professor e diretor, Sandro Eleno Andreatta (Leno), disse que o Colégio André Andreatta precisa de muitas melhorias e que esse recurso vem em  boa hora. “Precisamos de muitas obras no colégio e esse recurso vai nos possibilitar melhorar pontos críticos que a tempos  buscávamos junto ao governo do estado. Serão várias salas que terão a troca do piso, forro e luminárias. Também será feita a substituição de parte da rede elétrica, troca de lâmpadas obsoletas por LED. Trocaremos também parte do telhado, (cumeeiras), que estão danificadas. Além de reparos na pintura de muros e fachada do colégio”, disse Leno.

A diretora, Zenaide Delgado Gussão ressalta que ao longo dos últimos anos fez inúmeros pedidos de obras junto ao núcleo regional, abrindo vários processos com pedido de obras para o colégio Elias Abrahão. Ela diz que foi com muita alegria que recebeu a notícia de que a sua escola havia sido escolhida para receber o recurso do programa, Escola 1000.

“Foram muitos processos pedindo melhorias para a nossa escola, que apesar de nova, apresenta muitas falhas. Temos sérios problemas com goteiras, com as portas de aço e também com pintura de má qualidade”, pontua Zenaide.  Do recurso recebido,  mais da metade será usado para a troca do telhado, cerca de R$ 80.000,00. O restante será usado para substituir portas danificadas e fazer pintura.

O chefe do núcleo regional de educação, Roni Miranda Vieira, apresentou o programa e falou em nome do Chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni. Ele disse que este programa foi pensado para ajudar os diretores de escolas a aplicar o recurso nas obras mais urgentes. “Ninguém melhor do que quem vive o problema diariamente para saber onde aplicar os recursos. Além do mais as audiências públicas locais envolvem diretamente os pais dos alunos na escolha das prioridades que a escola tem. Nada é mais democrático do que isso”, concluiu Vieira.