• (41) 3671-8800
  • Seg. à Sex. 8h00 às 12h e 13h30 às 17h30

Cidade empreendedora é lançado em Quatro Barras

 

Publicado em: 22/05/2017 09:06

Whatsapp

 

No último dia (12) se reuniram na sala de reuniões da prefeitura municipal o prefeito Angelo Andreatta (Lara), comerciantes, empresários e secretários. Estiveram presentes também o presidente da Associação Industrial e Comercial de Quatro Barras e Campina Grande do Sul, Luiz Jair Minatti, e o gestor de políticas públicas do Sebrae, Rodrigo Viana para lançar o programa Cidade Empreendedora.

O prefeito abriu a reunião falando dos percentuais de compras e serviços contratados pela prefeitura. Ele disse que de, um orçamento de aproximadamente 40 milhões, gastos em produtos e serviços, apenas 14% desse montante é contratado com empresas do município. Essa é uma realidade que até o fim da sua gestão o prefeito pretende mudar. “A prefeitura é um grande consumidor de serviços e produtos e é uma pena que muitos empresários locais não consigam vender e prestar os serviços que demandam da gestão pública”, disse.

O secretário de Planejamento e Obras, Marco Aurélio Bürkner,  explicou que a partir dessa reunião algumas ações devem começar a ser desenvolvidas no intuito de capacitar os empresários locais. Para ter o direito de implantar esse projeto, o município participou de uma  “Chamada Pública”, entre os 399 municípios paranaenses, Quatro Barras faz parte do seleto grupo de 130 que foram escolhidos para fazer parte do projeto Cidade Empreendedora.

Esse programa será a porta de entrada para a capacitação de empresários e prestadores de serviço que queiram vender para a prefeitura. Entre as demandas está o desconhecimento das leis de licitação e a dificuldade na montagem de uma proposta para participar de um processo licitatório.  
Muitas micro e pequenas empresas deixam de prestar serviços ao município por falta de acesso à informação que possibilite a participação delas numa licitação. Nesse sentido é que a Sala do Empreendedor irá fomentar a participação de empresas locais em processos de venda para a prefeitura. Outra situação que deve ajudar é a desburocratização na hora de abrir uma empresa.
Na Sala do Empreendedor a intenção é criar mecanismos que facilitem todas as guias, taxas e alvarás numa única repartição. Isso possibilitará que em meia hora a pessoa tenha a sua empresa aberta sem maiores burocracias. Com essa facilidade será possível tirar centenas de empreendedores da informalidade.

Rodrigo Viana, gestor de políticas públicas do Sebrae disse que a participação dos empresários nos treinamentos oferecidos pelo Sebrae vai facilitar o ingresso deles no mercado de vendas para a prefeitura. “Cerca 60% da massa salarial está no município. Faça crise ou não, é o micro empresário que fica na cidade. Em outras palavras, 95% das empresas dos municípios são pequenas”, diz. “O trabalho do Sebrae é melhorar esse ambiente de negócios e Quatro Barras tem um grande potencial empresarial e com o suporte adequado acreditamos que podemos ajudar a dobrar ou triplicar as vendas desses empresários para os órgãos públicos”, disse.

O empresário, Eduardo Carvalho, gostou do que ouviu. Ele disse que mesmo não atuando em ramo de negócios que poderá vender para a prefeitura, ele é dono de um bar, acredita que a iniciativa vai movimentar os negócios no município. “Se uma empresa local vende para a prefeitura é evidente que gera renda no município, e é isso é bom para todos. A padaria vende mais e não irá demitir. O supermercado vende mais e não vai demitir. Eu vendo mais e não vou demitir. É bom para todo nós”, disse o empresário. Ele ainda ressaltou que há uma lógica simples. “ Se o comércio vende mais, o município arrecada mais e consequentemente, melhora a vida de todos. É isso que queremos”, concluiu.