• (41) 3671-8800
  • Seg. à Sex. 8h00 às 12h e 13h30 às 17h30

Quatro Barras e Campina Grande do Sul terão reforço no policiamento

 

Publicado em: 31/01/2017 09:12

Whatsapp

 

O contingente de policiais que atuam nas operações ostensivas de Quatro Barras e Campina Grande do Sul recebe a partir desta semana um importante reforço. Onze novos policiais militares chegam aos municípios para reforçar a segurança e também conduzir medidas preventivas de combate à criminalidade.
   
A cerimônia de formação e apresentação dos policiais foi realizada na última semana pelo 22° Batalhão da Polícia Militar, na sede da Associação Industrial e Comercial. Ao todo, 20 novos soldados foram apresentados e irão somar ao efetivo da 4ª Cia de Polícia, que atende os municípios de Quatro Barras, Campina Grande do Sul, Bocaiúva do Sul, Tunas do Paraná e Adrianópolis.
   
O prefeito de Campina Grande do Sul, Bihl Zanetti, parabenizou o 22° Batalhão a agradeceu pela formação dos policiais. “Queremos trabalhar em conjunto pela ordem pública e segurança da população. Nesta oportunidade também parabenizo os soldados pela iniciativa de escolher uma carreira tão bela e honrada”, disse.
   
O prefeito de Quatro Barras, Angelo Andreatta (Lara), destacou o esforço conjunto entre o Governo do Estado e as Prefeituras de Quatro Barras e Campina Grande do Sul na busca constante de reforçar a segurança pública. Ele disse estar otimista e convicto de que a atuação da PM, cada vez mais forte, juntamente com as Guardas Municipais, será decisiva para ampliar o atendimento ostensivo e garantir mais segurança à população.
    
“Peço a vocês que sirvam primeiramente a Deus e depois a nossa população. Peço ainda, ao comando, que a maioria desses soldados fique entre Quatro Barras e Campina, pois precisamos do aumento do nosso efetivo, que é um dos maiores anseios  da população: mais segurança”, destacou.

Novas ações
Segundo o comandante da 4ª Cia, capitão Arquimedes, o aumento do contingente vai permitir colocar em prática importantes planos de trabalho, entre eles reativar o módulo móvel, viabilizar uma viatura a mais em cada município, equipe tática e o patrulhamento rural.